DESESPERO

DESESPERO

'Me ajuda': Mulher atacada diz que dono de pastor belga está ameaçando seus pais; VÍDEO

'Me ajuda': Mulher atacada diz que dono de pastor belga está ameaçando seus pais; VÍDEO

Áudio foi enviado para responsável pela ONG Adota Pet, Marcelli Moura; Denise Martins foi mordida na barriga, teve traumatismo craniano e ainda está se recuperando

Áudio foi enviado para responsável pela ONG Adota Pet, Marcelli Moura; Denise Martins foi mordida na barriga, teve traumatismo craniano e ainda está se recuperando

Por Redação | 07/11/2023 | Tempo de leitura: 3 min
São José dos Campos

Por Redação
São José dos Campos

07/11/2023 - Tempo de leitura: 3 min

Divulgação

Denise Martins recebeu alta e está sendo medicada em casa

Em um áudio de WhatsApp enviado nesta terça-feira (7), para a responsável pela ONG Adota Pet, Marcelli Moura, a mulher que foi atacada pelo pastor belga ‘Nit’, no último final de semana, em São José, diz que o homem está ameaçando seus pais idosos e seus animais. Desesperada, a mulher clama por socorro. ‘Me ajuda! Não consigo sair da cama e nem fazer nada’, falou. Denise Martins foi mordida na barriga e sofreu traumatismo craniano, apesar de estar em casa, ela segue sendo medicada e precisa ficar em repouso absoluto.

Faça parte do canal de OVALE no WhatsApp e receba as principais notícias da região! Acesse: https://whatsapp.com/channel/0029VaDQJAL4tRs1UpjkOI1l

Denise, que é vizinha do homem, mora com o marido, Manoel de Oliveira, e com os pais de 80 e 85 anos. “Marcelli, ele está ameaçando meu pai e a minha mãe, que tem alzheimer. Disse que vai fazer um coquetel de veneno para dar para os meus bichinhos. Esse pesadelo não acaba nunca! Eu quero uma viatura policial aqui, por favor Marcele, ele vai fazer mal para dois idoso. Me ajuda! Eu não consigo sair da cama e nem fazer nada. Não é possível que ninguém toma uma providência com uma pessoa dessa”, disse.

Em um áudio de WhatsApp, enviado para ex-namorada, na manhã desta terça-feira, o tutor xingou a polícia e detalhou como matará os gatos de vizinha. "Fala para o delegado colocar a cara no portão de casa se ele é homem mesmo, que aqui é 'tanque de guerra', não é vira-lata. 'Bagulho' vai ficar doido, estou tentando ficar de boa, mas você 'tá' azedando (diz referindo-se a ex). Mas esses gatos vão morrer tudo, você tem dó da Denise (mulher que foi atacada por pastor belga), então você vai ficar, porque amanhã vou comprar o coquetel e dar para eles comerem de madrugada quando ninguém estiver olhando. No outro dia 'vai' tudo morrer, bem feito, que nunca mais me enche o saco", falou.

Sobre o assunto, Marcelli Moura, disse que já solicitou uma viatura até o local para proteger a integridade dos animais e da família.

Segundo o marido de Denise, o casal vem sendo ameaçado pelo homem desde agosto, quando os dois abrigaram a ex-mulher do tutor do Nit. Desde então o casal já realizou três boletins de ocorrência contra o homem.

“Eu moro aqui desde 2013, ele se mudou para rua há quase dois anos. Em agosto, ele brigou com a ex-namorada e a trancou para fora de casa. Ela veio até o meu portão e pediu para dormir na nossa casa, abrigamos ela até de manhã, chamamos a polícia e realizamos um boletim de ocorrência, desde então ele começou a nos ameaçar”, disse.

Segundo Manoel, uma semana antes do ataque a Denise, o homem chegou a jogar fezes no carro dela. “Ele jogou um quilo de fezes no carro dela e ficava falando que mandaria o pastor belga matar os nossos cachorros e gato”, disse.

GRAVAÇÕES 

Na segunda-feira (6), OVALE publicou com exclusividade vídeos que mostram as atitudes do homem com o cachorro. Em uma das gravações, o tutor relata tudo que irá fazer com o animal, após dar 20 segundos de choque e Nit desmaiar. “Ele vai passar fome, vou matá-lo”, falou.

Em um outro vídeo, o tutor aparece com um dos braços sangrando e tenta jogar uma cadeira no animal, mas é impedido pela ex-namorada, que segundo a ONG, também foi agredida.

Segundo testemunhas, o dono do cachorro anda pela rua onde mora com um facão na cintura, um taser na mão e ameaça usá-lo como arma contra os vizinhos.

INVESTIGADO

De acordo com a ONG Adota Pet, que acompanha o caso, o animal recebe choques regulares do tutor, o que o deixa agressivo. Em entrevista exclusiva a OVALE, a delegada do 7º Distrito Policial de São José dos Campos, Maura Braga, relatou que o dono do pastor belga ‘Nit’ foi identificado pela Polícia Civil e está sendo investigado por maus-tratos.

Em um áudio de WhatsApp enviado nesta terça-feira (7), para a responsável pela ONG Adota Pet, Marcelli Moura, a mulher que foi atacada pelo pastor belga ‘Nit’, no último final de semana, em São José, diz que o homem está ameaçando seus pais idosos e seus animais. Desesperada, a mulher clama por socorro. ‘Me ajuda! Não consigo sair da cama e nem fazer nada’, falou. Denise Martins foi mordida na barriga e sofreu traumatismo craniano, apesar de estar em casa, ela segue sendo medicada e precisa ficar em repouso absoluto.

Faça parte do canal de OVALE no WhatsApp e receba as principais notícias da região! Acesse: https://whatsapp.com/channel/0029VaDQJAL4tRs1UpjkOI1l

Denise, que é vizinha do homem, mora com o marido, Manoel de Oliveira, e com os pais de 80 e 85 anos. “Marcelli, ele está ameaçando meu pai e a minha mãe, que tem alzheimer. Disse que vai fazer um coquetel de veneno para dar para os meus bichinhos. Esse pesadelo não acaba nunca! Eu quero uma viatura policial aqui, por favor Marcele, ele vai fazer mal para dois idoso. Me ajuda! Eu não consigo sair da cama e nem fazer nada. Não é possível que ninguém toma uma providência com uma pessoa dessa”, disse.

Em um áudio de WhatsApp, enviado para ex-namorada, na manhã desta terça-feira, o tutor xingou a polícia e detalhou como matará os gatos de vizinha. "Fala para o delegado colocar a cara no portão de casa se ele é homem mesmo, que aqui é 'tanque de guerra', não é vira-lata. 'Bagulho' vai ficar doido, estou tentando ficar de boa, mas você 'tá' azedando (diz referindo-se a ex). Mas esses gatos vão morrer tudo, você tem dó da Denise (mulher que foi atacada por pastor belga), então você vai ficar, porque amanhã vou comprar o coquetel e dar para eles comerem de madrugada quando ninguém estiver olhando. No outro dia 'vai' tudo morrer, bem feito, que nunca mais me enche o saco", falou.

Sobre o assunto, Marcelli Moura, disse que já solicitou uma viatura até o local para proteger a integridade dos animais e da família.

Segundo o marido de Denise, o casal vem sendo ameaçado pelo homem desde agosto, quando os dois abrigaram a ex-mulher do tutor do Nit. Desde então o casal já realizou três boletins de ocorrência contra o homem.

“Eu moro aqui desde 2013, ele se mudou para rua há quase dois anos. Em agosto, ele brigou com a ex-namorada e a trancou para fora de casa. Ela veio até o meu portão e pediu para dormir na nossa casa, abrigamos ela até de manhã, chamamos a polícia e realizamos um boletim de ocorrência, desde então ele começou a nos ameaçar”, disse.

Segundo Manoel, uma semana antes do ataque a Denise, o homem chegou a jogar fezes no carro dela. “Ele jogou um quilo de fezes no carro dela e ficava falando que mandaria o pastor belga matar os nossos cachorros e gato”, disse.

GRAVAÇÕES 

Na segunda-feira (6), OVALE publicou com exclusividade vídeos que mostram as atitudes do homem com o cachorro. Em uma das gravações, o tutor relata tudo que irá fazer com o animal, após dar 20 segundos de choque e Nit desmaiar. “Ele vai passar fome, vou matá-lo”, falou.

Em um outro vídeo, o tutor aparece com um dos braços sangrando e tenta jogar uma cadeira no animal, mas é impedido pela ex-namorada, que segundo a ONG, também foi agredida.

Segundo testemunhas, o dono do cachorro anda pela rua onde mora com um facão na cintura, um taser na mão e ameaça usá-lo como arma contra os vizinhos.

INVESTIGADO

De acordo com a ONG Adota Pet, que acompanha o caso, o animal recebe choques regulares do tutor, o que o deixa agressivo. Em entrevista exclusiva a OVALE, a delegada do 7º Distrito Policial de São José dos Campos, Maura Braga, relatou que o dono do pastor belga ‘Nit’ foi identificado pela Polícia Civil e está sendo investigado por maus-tratos.

Faça parte do canal de OVALE no WhatsApp e receba as principais notícias da região!

Participe da Comunidade

Faça parte do canal de OVALE no WhatsApp e receba as principais notícias da região!

Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.