EM CASA

EM CASA

Mulher atacada por pastor belga tem alta, mas segue sendo monitorada em São José

Mulher atacada por pastor belga tem alta, mas segue sendo monitorada em São José

Denise Martins foi mordida na barriga e sofreu traumatismo craniano; segundo o marido, caso ela piore terá que retornar para unidade de saúde

Denise Martins foi mordida na barriga e sofreu traumatismo craniano; segundo o marido, caso ela piore terá que retornar para unidade de saúde

Por Redação | 07/11/2023 | Tempo de leitura: 2 min
São José dos Campos

Por Redação
São José dos Campos

07/11/2023 - Tempo de leitura: 2 min

Divulgação

Denise estava internada desde sábado (4), no Hospital Municipal

A mulher que foi atacada pelo pastor belga ‘Nit’, recebeu alta médica na segunda-feira (6). Ela permanece realizando o tratamento em casa, mas segundo o marido, a qualquer momento pode voltar para unidade de saúde. Denise Martins foi atacada pelo cachorro no último sábado (4), durante uma discussão com o dono animal, que teria soltado o cachorro nas costas dela. Denise foi mordida na barriga e sofreu traumatismo craniano. 

Faça parte do canal de OVALE no WhatsApp e receba as principais notícias da região! Acesse: https://whatsapp.com/channel/0029VaDQJAL4tRs1UpjkOI1l

O marido, Manoel de Oliveira, ressalta que o momento agora é de cuidado e atenção “Ela precisa ficar de repouso e tomando os remédios para ferida cicatrizar. Apesar de estar em casa, o médico disse que caso ela comece piore precisa voltar imediatamente para o hospital”, contou, acrescentando que os profissionais descartaram a possiblidade de cirurgia

“No momento, ela não vai precisar mais realizar a cirurgia. Estamos agendados para voltar ao hospital e realizar uma revisão para saber então o que será feito”, falou Manoel.

AMEAÇAS

De acordo com Manoel de Oliveira, o casal vem sendo ameaçado pelo homem desde agosto, quando os dois abrigaram a ex-mulher do tutor do Nit. Desde então o casal já realizou três boletins de ocorrência contra o homem.

“Eu moro aqui desde 2013, ele se mudou para rua há quase dois anos. Em agosto, ele brigou com a ex-namorada e a trancou para fora de casa. Ela veio até o meu portão e pediu para dormir na nossa casa, abrigamos ela até de manhã, chamamos a polícia e realizamos um boletim de ocorrência, desde então ele começou a nos ameaçar”, disse.

Segundo Manoel uma semana antes do ataque a Denise, o homem chegou a jogar fezes no carro dela. “Ele jogou um quilo de fezes no carro dela e ficava falando que mandaria o pastor belga matar os nossos cachorros e gato”, disse.

INVESTIGADO

De acordo com a ONG Adota Pet, que acompanha o caso, o animal recebe choques regulares do tutor, o que o deixa agressivo. Em entrevista exclusiva a OVALE, a delegada do 7º Distrito Policial de São José dos Campos, Maura Braga, relatou que o dono do pastor belga ‘Nit’ foi identificado pela Polícia Civil e está sendo investigado por maus-tratos.

A mulher que foi atacada pelo pastor belga ‘Nit’, recebeu alta médica na segunda-feira (6). Ela permanece realizando o tratamento em casa, mas segundo o marido, a qualquer momento pode voltar para unidade de saúde. Denise Martins foi atacada pelo cachorro no último sábado (4), durante uma discussão com o dono animal, que teria soltado o cachorro nas costas dela. Denise foi mordida na barriga e sofreu traumatismo craniano. 

Faça parte do canal de OVALE no WhatsApp e receba as principais notícias da região! Acesse: https://whatsapp.com/channel/0029VaDQJAL4tRs1UpjkOI1l

O marido, Manoel de Oliveira, ressalta que o momento agora é de cuidado e atenção “Ela precisa ficar de repouso e tomando os remédios para ferida cicatrizar. Apesar de estar em casa, o médico disse que caso ela comece piore precisa voltar imediatamente para o hospital”, contou, acrescentando que os profissionais descartaram a possiblidade de cirurgia

“No momento, ela não vai precisar mais realizar a cirurgia. Estamos agendados para voltar ao hospital e realizar uma revisão para saber então o que será feito”, falou Manoel.

AMEAÇAS

De acordo com Manoel de Oliveira, o casal vem sendo ameaçado pelo homem desde agosto, quando os dois abrigaram a ex-mulher do tutor do Nit. Desde então o casal já realizou três boletins de ocorrência contra o homem.

“Eu moro aqui desde 2013, ele se mudou para rua há quase dois anos. Em agosto, ele brigou com a ex-namorada e a trancou para fora de casa. Ela veio até o meu portão e pediu para dormir na nossa casa, abrigamos ela até de manhã, chamamos a polícia e realizamos um boletim de ocorrência, desde então ele começou a nos ameaçar”, disse.

Segundo Manoel uma semana antes do ataque a Denise, o homem chegou a jogar fezes no carro dela. “Ele jogou um quilo de fezes no carro dela e ficava falando que mandaria o pastor belga matar os nossos cachorros e gato”, disse.

INVESTIGADO

De acordo com a ONG Adota Pet, que acompanha o caso, o animal recebe choques regulares do tutor, o que o deixa agressivo. Em entrevista exclusiva a OVALE, a delegada do 7º Distrito Policial de São José dos Campos, Maura Braga, relatou que o dono do pastor belga ‘Nit’ foi identificado pela Polícia Civil e está sendo investigado por maus-tratos.

Faça parte do canal de OVALE no WhatsApp e receba as principais notícias da região!

Participe da Comunidade

Faça parte do canal de OVALE no WhatsApp e receba as principais notícias da região!

Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.