RODOVIAS

RODOVIAS

CCR inicia obra de passarela em Aparecida em substituição a passagem provisória

CCR inicia obra de passarela em Aparecida em substituição a passagem provisória

Passarela será erguida no km 69,490; obras começaram na última quarta-feira (14)

Passarela será erguida no km 69,490; obras começaram na última quarta-feira (14)

Por Da redação | 15/09/2023 | Tempo de leitura: 1 min
Aparecida

Por Da redação
Aparecida

15/09/2023 - Tempo de leitura: 1 min

Reprodução

Construção de nova passarela vai substituir estrutura provisória em Aparecida

A CCR RioSP iniciou a construção de uma nova passarela no km 69,490 da Via Dutra, na região de Aparecida. As obras começaram na quarta-feira (14).

O novo dispositivo metálico será erguido próximo ao local onde há uma travessia provisória.

A nova passarela, que possibilita a interligação da região central da cidade ao bairro Perpétuo Socorro, atenderá a todas as normas de acessibilidade, será iluminada e contará com tela de proteção, proporcionado conforto e segurança para pedestres e ciclistas que precisam cruzar a rodovia.

Nessa fase de obra, ocorre a execução e fundação onde serão instalados os pilares laterais de sustentação e as rampas de acesso. Na sequência, será implantado o vão principal, que mede 46 metros.

Inicialmente, não haverá interdição de faixas da pista expressa para execução dos serviços. Somente haverá interrupção de pista no lançamento da viga de travessia.

Segundo a CCR, esse trabalho deverá ocorrer no período da noite, para minimizar os impactos no tráfego. A previsão de entrega dos trabalhos é de 150 dias.

A CCR RioSP iniciou a construção de uma nova passarela no km 69,490 da Via Dutra, na região de Aparecida. As obras começaram na quarta-feira (14).

O novo dispositivo metálico será erguido próximo ao local onde há uma travessia provisória.

A nova passarela, que possibilita a interligação da região central da cidade ao bairro Perpétuo Socorro, atenderá a todas as normas de acessibilidade, será iluminada e contará com tela de proteção, proporcionado conforto e segurança para pedestres e ciclistas que precisam cruzar a rodovia.

Nessa fase de obra, ocorre a execução e fundação onde serão instalados os pilares laterais de sustentação e as rampas de acesso. Na sequência, será implantado o vão principal, que mede 46 metros.

Inicialmente, não haverá interdição de faixas da pista expressa para execução dos serviços. Somente haverá interrupção de pista no lançamento da viga de travessia.

Segundo a CCR, esse trabalho deverá ocorrer no período da noite, para minimizar os impactos no tráfego. A previsão de entrega dos trabalhos é de 150 dias.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.