Um portal afiliado à rede

27 de março de 2023

EXPORTAÇÕES

EXPORTAÇÕES

Vale do Paraíba domina 91% das exportações de aeronaves de São Paulo em 26 anos

Vale do Paraíba domina 91% das exportações de aeronaves de São Paulo em 26 anos

Região também é principal exportadora de petróleo e uma das maiores em veículos; região de Campinas se destaca em reatores e produtos químicos orgânicos

Região também é principal exportadora de petróleo e uma das maiores em veículos; região de Campinas se destaca em reatores e produtos químicos orgânicos

Por Xandu Alves | 10/03/2023 | Tempo de leitura: 1 min
São José dos Campos

Por Xandu Alves
São José dos Campos

10/03/2023 - Tempo de leitura: 1 min

Divulgação

Produção de aviões na Embraer

Impactadas pelo processo de desindustrialização no país, as regiões metropolitanas do Vale do Paraíba e de Campinas estão entre as maiores exportadoras brasileiras.

De acordo com o Comex Stat, sistema de dados sobre o comércio exterior brasileiro, o Vale foi responsável por exportar 91,8% dos aviões vendidos ao exterior pelo estado de São Paulo entre 1997 e janeiro de 2023. São Paulo é o estado mais exportador do país.

Nesse período, a região exportou US$ 80,7 bilhões em aeronaves de um total de US$ 89,9 bilhões vendidos pelo estado de São Paulo. Sede da Embraer, São José dos Campos é a cidade que mais exporta aviões no país.

O Vale também lidera na exportação de petróleo, com US$ 42,7 bilhões de um total de US$ 64,3 bilhões em São Paulo de 1997 a janeiro de 2023, o que representa um percentual de 66% da totalidade. Ilhabela e São Sebastião estão entre os principais exportadores do estado.

Além disso, a região se destaca pela venda de carros ao exterior, com US$ 26,8 bilhões no acumulado da série histórica e parcela de 20% da totalidade do estado – US$ 132,2 bilhões.

CAMPINAS

Na Região de Campinas, o destaque é para produtos químicos orgânicos, cuja exportação foi de US$ 4,19 bilhões na série histórica do Comex Stat em São Paulo, que vendeu US$ 20,5 bilhões no período.

A exportação de reatores e máquinas por Campinas e Indaiatuba – as mais exportadoras da região – chegou a US$ 17,2 bilhões no acumulado, 13% do total do estado – US$ 137,8 bilhões.

Impactadas pelo processo de desindustrialização no país, as regiões metropolitanas do Vale do Paraíba e de Campinas estão entre as maiores exportadoras brasileiras.

De acordo com o Comex Stat, sistema de dados sobre o comércio exterior brasileiro, o Vale foi responsável por exportar 91,8% dos aviões vendidos ao exterior pelo estado de São Paulo entre 1997 e janeiro de 2023. São Paulo é o estado mais exportador do país.

Nesse período, a região exportou US$ 80,7 bilhões em aeronaves de um total de US$ 89,9 bilhões vendidos pelo estado de São Paulo. Sede da Embraer, São José dos Campos é a cidade que mais exporta aviões no país.

O Vale também lidera na exportação de petróleo, com US$ 42,7 bilhões de um total de US$ 64,3 bilhões em São Paulo de 1997 a janeiro de 2023, o que representa um percentual de 66% da totalidade. Ilhabela e São Sebastião estão entre os principais exportadores do estado.

Além disso, a região se destaca pela venda de carros ao exterior, com US$ 26,8 bilhões no acumulado da série histórica e parcela de 20% da totalidade do estado – US$ 132,2 bilhões.

CAMPINAS

Na Região de Campinas, o destaque é para produtos químicos orgânicos, cuja exportação foi de US$ 4,19 bilhões na série histórica do Comex Stat em São Paulo, que vendeu US$ 20,5 bilhões no período.

A exportação de reatores e máquinas por Campinas e Indaiatuba – as mais exportadoras da região – chegou a US$ 17,2 bilhões no acumulado, 13% do total do estado – US$ 137,8 bilhões.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.