SUDESTE

Litoral tem ressaca no mar, ondas de até 3m e calor de quase 40ºC

De acordo o alerta, a ressaca no mar deverá ocorrer entre a Baixada Santista e Campos dos Goytacazes (RJ), com fortes ondas de direção sudoeste a sul.

3 dias atrás | Tempo de leitura: 2 min
da Folhapress

Reprodução/ Tânia Rêgo/Agência Brasil

A orientação da Defesa Civil é para que as pessoas evitem práticas náuticas no período de mar agitado.
A orientação da Defesa Civil é para que as pessoas evitem práticas náuticas no período de mar agitado.

Um alerta de ressaca no mar, com possibilidade de ondas de até 3 metros de altura, deixa municípios litorâneos de São Paulo e Rio de Janeiro em estado de atenção entre esta quinta-feira (16) e a manhã de sábado (18).

Leia também: Bloqueio atmosférico explica chuva no RS e onda de calor em SP

O aviso foi emitido pela Marinha por causa da passagem de uma frente fria pelo oceano, que chegou à região Sudeste na terça-feira (14) e começa a se afastar.

De acordo o alerta, a ressaca no mar deverá ocorrer entre a Baixada Santista e Campos dos Goytacazes (RJ), com fortes ondas de direção sudoeste a sul.

Segundo a Prefeitura de Santos, quem passa pela orla da cidade paulista observa o mar mais agitado e com altura significativa desde terça-feira

Apesar de o alerta da Marinha valer até às 9h de sábado, boletim do Núcleo de Pesquisas Hidrodinâmicas da universidade Unisanta (NPH-Unisanta), em pesquisa realizada em conjunto com a Defesa Civil de Santos, aponta que o mar deverá seguir agitado até a próxima segunda-feira (20).

A previsão indica picos de maré de 1,6 metro na Baía de Santos e de 1,9 metro no interior do estuário na madrugada de domingo (19), representando um aumento de até 45 centímetros em relação à tábua de marés.

"Se as previsões oceanográficas se confirmarem, há possibilidade de impactos em estruturas urbanas costeiras da cidade", afirma prefeitura santista, em nota.

A orientação da Defesa Civil é para que as pessoas evitem práticas náuticas no período de mar agitado.

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro alerta para a presença de fortes correntes de retorno, além das ondas acima da média, podendo provocar inundação costeira, erosão e a destruição de estruturas em alguns casos.

A recomendação é para as pessoas não se aproximarem de pedras e costões com ondas, pois há um alto risco de acidentes.

Ao mesmo tempo que o litoral paulista está em alerta para os reflexos do mar agitado, também deverá enfrentar a volta do calor, após dois dias mais frios e com chuva.

De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), para esta quinta-feira a previsão é de 28ºC de temperatura máxima. Na sexta (17), os termômetros podem disparar para até 39ºC.

A volta do calor, como no início da semana, ocorre porque o ar frio que derrubou a temperatura na terça e na quarta perde força e se afasta para o oceano, segundo meteorologistas do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências), da Prefeitura de São Paulo.

Na capital paulista, a previsão é que a máxima chegue a 28ºC nesta quinta e suba para 31ºC no dia seguinte. Pode chover apenas no domingo, quando a temperatura tende a cair novamente e não passar de 21ºC.

Na cidade do Rio de Janeiro, a previsão nesta quinta é de até 31ºC. Na sexta, de 37ºC e também deve chover no domingo.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.