POLÍTICA

Kajuru diz que Textor será um dos primeiros a depor na CPI da manipulação de resultados

Segundo publicação feita em uma rede social oficial do Senado, mais de cem partidas de futebol disputadas em 2023 estão sob suspeita por favorecer apostadores

03/04/2024 | Tempo de leitura: 1 min
da Folhapress

Divulgação

John Textor, controlador da SAF do Botafogo, fez novas acusações, desta vez, envolvendo Palmeiras, São Paulo e Fortaleza
John Textor, controlador da SAF do Botafogo, fez novas acusações, desta vez, envolvendo Palmeiras, São Paulo e Fortaleza

O senador Jorge Kajuru (PSD-GO) anunciou que a CPI da Manipulação dos Jogos de futebol deve ter início ainda no mês de abril. John Textor, controlador da SAF do Botafogo, será um dos primeiros chamados, além do presidente da CBF e outros representantes.

Segundo publicação feita em uma rede social oficial do Senado, mais de cem partidas de futebol disputadas em 2023 estão sob suspeita por favorecer apostadores. O anúncio de Kajuru ocorreu depois de John Textor, controlador da SAF (Sociedade Anônima do Futebol) do Botafogo, fazer novas acusações, desta vez, envolvendo Palmeiras, São Paulo e Fortaleza.

Em nota publicada em seu site oficial, Textor lista dois jogos do Palmeiras, os quais levou para análise do Ministério Público. A vitória de 4 a 0 do time contra o Fortaleza em 2 de novembro de 2022 e a vitória de 5 a 0 contra o São Paulo, em 25 de outubro de 2023.

No texto, o dirigente aponta uso de inteligência artificial nos jogos em questão e diz já estar tomando as medidas para fornecer provas abrangentes. Textor afirmou que pretende incluir material também sobre uma sequência de manipulações de partidas de 2023.

O empresário tem feito diversas acusações, segundo as quais o Botafogo teria sido prejudicado devido a supostas fraudes e erros de arbitragem, desde meados do ano passado. As denúncias começaram após o Botafogo ser deixado para trás pelo Palmeiras na reta final do Brasileiro de 2023.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.