ÓRGÃOS ARRANCADOS

Mulher é assassinada e tem órgãos arrancados após pedir medida protetiva contra marido

Milena Dantas Bereta Nistarda, 53, foi encontrada morta a facadas. O marido, Marcelo Nistarda Antoniassi, 49, foi preso em flagrante na residência do casal em Tupã (SP).

26/02/2024 | Tempo de leitura: 1 min
da Redação

Reprodução/Redes Sociais

Mulher de 53 anos foi morta a facadas em Tupã (SP); marido é o principal suspeito
Mulher de 53 anos foi morta a facadas em Tupã (SP); marido é o principal suspeito

Uma mulher foi vítima de um brutal assassinato em Tupã, no interior de São Paulo, cerca de quatro horas após solicitar uma medida protetiva contra o marido, conforme reportagem do Portal G1. O crime, que ocorreu na tarde desta segunda-feira (26), por volta das 13h30, tem como principal suspeito o marido da vítima.

Milena Dantas Bereta Nistarda, de 53 anos, foi encontrada morta a facadas. O marido, Marcelo Nistarda Antoniassi, de 49 anos, foi preso em flagrante na residência do casal.

De acordo com informações da Polícia Civil publicadas pelo G1, Milena compareceu à delegacia por volta das 9h30 desta segunda para registrar um boletim de ocorrência por violência psicológica e solicitar a medida protetiva. Após isso, ela retornou para casa e se trancou no imóvel.

Crueldade
O suspeito do crime, conta a reportagem, invadiu a residência na Vila Abarca, derrubando o portão com o carro e arrombando as portas do imóvel. No local, ele atacou a vítima com várias facadas, chegando a abrir seu abdômen e extrair vísceras e o coração.

Apesar da resistência à prisão, o homem foi detido em flagrante por feminicídio, aproximadamente quatro horas após a solicitação da medida protetiva pela esposa. O caso será investigado pela Polícia Civil.

6 COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

  • luis roberto romero
    27/02/2024
    Medida protetiva não existe, não sei como alguém acredita nisso.
  • paulo
    27/02/2024
    Ninguem tem o direito a tirar a vida de ninguem,nada vem a justificar.
  • Tati
    27/02/2024
    Medida protetiva não protege a mulher, infelizmente. O que protege, é terminar um relacionamento antes q ele piore.
  • Tati
    26/02/2024
    Credo! Parece que só tem moleque e criminoso pra relacionamentos! As vezes, é melhor ficar sozinha mesmo... os homens não estão prontos pra mulher de agora.
  • Oswaldo Luiz Costa Oliveira
    26/02/2024
    Uma Coisa: Ele Não Estava Em Sã Consciência. Segunda Coisa: Crime Visivelmente Premeditado, Devido a Algum Acontecimento Envolvendo Problemas Sérios na Vida Conjugal ou Extra. Terceira Coisa: A Brutalidade do Crime, Como se Diz Nos Presídios os Quais Trabalhei Por Longo Tempo: NÃO FOI DE GRAÇA, ALGO DE MUITO SÉRIO E GRAVE OCORREU PARA TANTA VIOLÊNCIA E CRUELDADE. Quarta e Última Coisa: \"Preparem a Cova Pois o Enterro é Certo. Bandido Que é Bandido, NÃO PERDOA!!!!\"
  • Luzia Gomes
    26/02/2024
    Meu Deus que crueldade. Final de tudo que inclui respeito, essa criatura nunca mais pode ficar perto de alguém .