CULTURA

Fernanda Rodrigues diz que foi horrível ser demitida da Globo após 23 anos

Ela integrou a primeira leva de demitidos da emissora, o que provocou um 'susto' na classe artística

27/12/2023 | Tempo de leitura: 1 min
da Folhapress

Divulgação

Fernanda Rodrigues contou que, após assimilar a demissão, enxergou um mundo de novas possibilidades
Fernanda Rodrigues contou que, após assimilar a demissão, enxergou um mundo de novas possibilidades

Fernanda Rodrigues, 44, disse que "foi horrível e desesperador" ter sido demitida da Globo, em 2014, após 23 anos com contrato fixo na empresa.

A atriz explicou que integrou a primeira leva de demitidos da emissora, o que provocou um "susto" na classe artística. "Estava há 23 anos ali, ininterruptos, e aí no primeiro momento [a demissão] foi um susto muito grande para a classe em geral, todo mundo ficou muito apavorado, eu inclusive, sem saber o que fazer. Fiquei muito triste na época, muito mal, porque não estava esperando, tomei um susto muito grande, estava numa fase da vida importante, foi muito desesperador".

Rodrigues lembrou que estreou na Globo em "Vamp" (1991) e, até a demissão, mantinha um contrato que "não tinha fim" e era renovado com frequência. "Foi horrível. Assim, hoje eu consigo enxergar melhor como foi, na época eu não enxerguei tanto. Eu fui a primeira leva das mudanças ali dentro [da empresa]. Hoje, já tiveram várias, o mundo mudou e as mudanças são necessárias. Mas naquela, em 2014, quando eu fui mandada embora, foi muito susto para mim e todas as pessoas, porque ninguém estava esperando que pessoas nesse tipo de contrato fossem mandadas embora".

Fernanda Rodrigues também contou que, após assimilar a demissão, enxergou um mundo de novas possibilidades. Além disso, ela manteve parceria com a Globo e retornou para a emissora para trabalhos por obra -atualmente, ela está no elenco de "Fuzuê". "Depois o mundo se abriu para mim. Eu falei 'nossa, quantas coisas eu posso fazer'. Aí foi muito legal, mas no início foi duro".

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.