Cotidiano

Exploração de sal-gema pela Braskem em Maceió é alvo de operação da PF

Objetivo é buscar materiais e provas sobre supostos crimes; exploração de sal-gema em Maceió ocorreu entre 1976 e 2019

21/12/2023 | Tempo de leitura: 1 min
da Folhapress

Arquivo/Agência Brasil

Investigação indica que a Braskem não seguiu os parâmetros de segurança para garantir a estabilidade das minas e da população
Investigação indica que a Braskem não seguiu os parâmetros de segurança para garantir a estabilidade das minas e da população

A PF cumpre nesta quinta-feira (21) 14 mandados de busca e apreensão para investigar a exploração de sal-gema pela Braskem em Maceió.

Objetivo é buscar materiais e provas sobre supostos crimes cometidos pela Braskem. A exploração de sal-gema em Maceió ocorreu entre 1976 e 2019.

São 11 mandados de busca e apreensão em Maceió, dois no Rio de Janeiro e um em Aracaju. Os investigados podem responder pelos crimes de poluição qualificada, usurpação de recursos da União e apresentação de estudos ambientais falsos ou enganosos.

Investigação indica que a Braskem não seguiu os parâmetros de segurança para garantir a estabilidade das minas e da população. O risco de desmoronamento obrigou 60 mil pessoas a deixarem suas casas.

Há indícios de que a Braskem apresentou dados falsos e omitiu informações relevantes a órgãos públicos, segundo a PF. As omissões teriam permitido a continuidade dos trabalhos da mineradora.

As atividades da Braskem causaram o afundamento de solo em cinco bairros de Maceió, incluindo Pinheiro, Mutange e Bebedouro.

Afundamento de mina
A crise da Braskem se aprofundou recentemente com a previsão do colapso da mina 18 no bairro Mutange. Em 10 de dezembro, foi registrado rompimento de um trecho da lagoa Mundaú.

O sal-gema extraído do subsolo de Maceió é utilizado na produção de soda cáustica e policloreto de vinila.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.