FUTEBOL

Vasco demite técnico Álvaro Pacheco após quatro partidas

da Folhapress
| Tempo de leitura: 1 min
Leandro Amorim/Vasco
Álvaro Pacheco foi demitido sem sequer obter uma vitória
Álvaro Pacheco foi demitido sem sequer obter uma vitória

A passagem do técnico Álvaro Pacheco pelo Vasco durou apenas quatro partidas. O português não resistiu à derrota por 2 a 0 para o Juventude, na última quarta-feira (19), e foi demitido sem sequer obter uma vitória.

A diretoria já estava com a decisão tomada logo após a partida. No entanto, o presidente do clube, Pedrinho, não foi com a delegação para Caxias do Sul (RS), algo que retardou o comunicado, pois o dirigente preferiu conversar com o treinador. É prevista uma multa em caso de ruptura do contrato, que é até o fim de 2024.

O lusitano havia sido contratado ainda quando a SAF estava sob o controle da 777 Partners. Logo em seguida, no entanto, uma liminar colocou Pedrinho no comando.

O português estreou no clássico com o Flamengo. Diante do rival, o Vasco sofreu sua maior goleada da história para o Rubro-Negro: 6 a 1.

Na sequência, Álvaro Pacheco seguiu sem saber o que é vencer no Cruzmaltino: derrota para o Palmeiras, por 2 a 0; empate com o Cruzeiro, em 0 a 0; e revés para o Juventude, por 2 a 0.

Rafael Paiva assume a equipe de maneira interina. O profissional já comandou o Vasco em algumas partidas durante o período entre a demissão de Ramón Díaz e a contratação de Álvaro Pacheco.

Comentários

Comentários