R$ 8 MILHÕES

Empresário de Jundiaí é indiciado em golpe milionário de pirâmide

Por Fábio Estevam |
| Tempo de leitura: 1 min
JORNAL DE JUNDIAÍ
Ele foi ouvido na DIG e vai responder em liberdade
Ele foi ouvido na DIG e vai responder em liberdade

Um empresário de Jundiaí, investigado por suspeita de embolsar e causar prejuízos que passam de R$ 8 milhões, em um esquema de pirâmide financeira, foi indiciado por três tipos de crimes, nesta quarta-feira (5), na Delegacia de Investigações Gerais (DIG). O suspeito 'caiu de paraquedas', na sede de da DIG, ao ser detido por guardas municipais em uma ocorrência de desinteligência familiar.

Conforme apurou o Jornal de Jundiaí, por conta dessa briga familiar, ele primeiramente foi levado para um DP da cidade, para o registro da ocorrência. Na delegacia verificou-se que ele era alvo de investigações da DIG por crime 'graúdo' de estelionato, por meio de esquema de pirâmide, utilizando para isso uma holding - empresa sociedade gestora matriz de participações sociais, que exerce controle ou 'segura' outras empresas.

Agora sim, o empresário foi levado para a DIG, para ser ouvido, para onde também foram algumas das supostas vítimas, que haviam aderido ao esquema, além de duas novas pessoas enganadas, que ainda não haviam registrado Boletim de Ocorrência.

São, por ora, de 15 a 18 pessoas lesadas em 2022, ano em que o inquérito policial foi instaurado, no mês de novembro. Desde então ele vinha sendo procurado pela polícia para prestar depoimento, mas não era encontrado. Após ser ouvido, ele foi indiciado por estelionato, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

Por não se tratar de flagrante, o empresário foi liberado para responder ao processo em liberdade.

Comentários

1 Comentários

  • Carlos 07/06/2024
    Ladrão 171 não existe cadeia para esse crime! #ficacdica