JOVEM TALENTO

JOVEM TALENTO

Carateca vai representar Jundiaí nos Jogos Escolares, em Brasília

Carateca vai representar Jundiaí nos Jogos Escolares, em Brasília

O atleta Gabriel Lucas Pessoto, de 13 anos, garantiu a vaga após ser campeão dos Jogos Escolares do Estado de São Paulo

O atleta Gabriel Lucas Pessoto, de 13 anos, garantiu a vaga após ser campeão dos Jogos Escolares do Estado de São Paulo

Por Luana Nascimbene | 28/10/2023 | Tempo de leitura: 2 min

Por Luana Nascimbene
28/10/2023 - Tempo de leitura: 2 min

DIVULGAÇÃO

Gabriel Pessoto desembarcou em Brasília com outros caratecas de São Paulo

O carateca Gabriel Lucas Pessoto, de 13 anos, vai representar Jundiaí nos Jogos Escolares Brasileiros (Jebs), em Brasília. O atleta sobe no tatame hoje em busca do título da Série Ouro, pela categoria Kumitê Sub-14 55kg .

O jundiaiense garantiu a vaga após conquistar medalha de ouro nos Jogos Escolares do Estado de São Paulo (Jeesp), em junho deste ano, e caso garanta o título em Brasília ele irá representar o Brasil - e Jundiaí - no Campeonato Sul-Americano, no Chile, em dezembro.

Essa será a primeira vez do jundiaiense no Jebs e, caso avance para o Sul-Americano, também disputará uma competição internacional inédita.

OTIMISMO

De acordo com sua mãe, Noele Lucas Pessoto, Gabriel está confiante e otimista para representar Jundiaí nos tatames mais uma vez. "Apesar de estar bastante ansioso e nervoso, por viajar sozinho pela primeira vez, ele está bem feliz e confiante com a oportunidade de competir no Jebs. Ele sempre foi muito disciplinado e determinado e tem sido um ano excelente para a carreira dele. Tenho certeza que ele vai dar tudo de si e lutar muito pela medalha de ouro", disse a mãe.

Distante, Noele também comentou sobre a dificuldade em torcer de longe pelo filho. "Eu e meu marido estamos acostumados a acompanhá-lo nas competições e dessa vez ele precisou ir sozinho. Eu estou numa ansiedade tremenda. Mas confio muito na equipe que está lá, e tento não passar nenhum tipo de preocupação para ele e deixá-lo tranquilo para que o desempenho na competição seja o melhor possível."

Essa pode ser a melhor temporada da carreira do jundiaiense, que já conquistou quatro títulos esse ano. Ouro na Copa Open Tomodati, em Louveira; Ouro nos Jogos Escolares de SP; Ouro no Campeonato Paulista, em São Paulo; Ouro no VI Torneio dos Campeões, em Ribeirão Preto.

AGENDA CHEIA

Até o final do ano, Gabriel ainda pode se tornar campeão dos Jogos Escolares Brasileiros, campeão Brasileiro de Caratê, e campeão Sul-Americano. "Está sendo um ano fantástico para ele. A expectativa é que ele garanta o ouro no Jebs e lute pela primeira vez em uma competição internacional, mas como ele mesmo sempre me diz, vamos dar um passo de cada vez", completa a mãe.

Após a disputa do Jebs, o jundiaiense vai disputar as finais do Campeonato Brasileiro de Caratê, em São Paulo, e pode voltar para Jundiaí com o título inédito.

O carateca Gabriel Lucas Pessoto, de 13 anos, vai representar Jundiaí nos Jogos Escolares Brasileiros (Jebs), em Brasília. O atleta sobe no tatame hoje em busca do título da Série Ouro, pela categoria Kumitê Sub-14 55kg .

O jundiaiense garantiu a vaga após conquistar medalha de ouro nos Jogos Escolares do Estado de São Paulo (Jeesp), em junho deste ano, e caso garanta o título em Brasília ele irá representar o Brasil - e Jundiaí - no Campeonato Sul-Americano, no Chile, em dezembro.

Essa será a primeira vez do jundiaiense no Jebs e, caso avance para o Sul-Americano, também disputará uma competição internacional inédita.

OTIMISMO

De acordo com sua mãe, Noele Lucas Pessoto, Gabriel está confiante e otimista para representar Jundiaí nos tatames mais uma vez. "Apesar de estar bastante ansioso e nervoso, por viajar sozinho pela primeira vez, ele está bem feliz e confiante com a oportunidade de competir no Jebs. Ele sempre foi muito disciplinado e determinado e tem sido um ano excelente para a carreira dele. Tenho certeza que ele vai dar tudo de si e lutar muito pela medalha de ouro", disse a mãe.

Distante, Noele também comentou sobre a dificuldade em torcer de longe pelo filho. "Eu e meu marido estamos acostumados a acompanhá-lo nas competições e dessa vez ele precisou ir sozinho. Eu estou numa ansiedade tremenda. Mas confio muito na equipe que está lá, e tento não passar nenhum tipo de preocupação para ele e deixá-lo tranquilo para que o desempenho na competição seja o melhor possível."

Essa pode ser a melhor temporada da carreira do jundiaiense, que já conquistou quatro títulos esse ano. Ouro na Copa Open Tomodati, em Louveira; Ouro nos Jogos Escolares de SP; Ouro no Campeonato Paulista, em São Paulo; Ouro no VI Torneio dos Campeões, em Ribeirão Preto.

AGENDA CHEIA

Até o final do ano, Gabriel ainda pode se tornar campeão dos Jogos Escolares Brasileiros, campeão Brasileiro de Caratê, e campeão Sul-Americano. "Está sendo um ano fantástico para ele. A expectativa é que ele garanta o ouro no Jebs e lute pela primeira vez em uma competição internacional, mas como ele mesmo sempre me diz, vamos dar um passo de cada vez", completa a mãe.

Após a disputa do Jebs, o jundiaiense vai disputar as finais do Campeonato Brasileiro de Caratê, em São Paulo, e pode voltar para Jundiaí com o título inédito.

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.