Um portal afiliado à rede

Um portal afiliado à rede

03 de fevereiro de 2023

AGORA VAI

AGORA VAI

Hospital estadual em Franca é confirmado: 200 leitos e R$ 230 milhões de investimento

Hospital estadual em Franca é confirmado: 200 leitos e R$ 230 milhões de investimento

O hospital atenderá mais de 750 mil pessoas dos 23 municípios da região, na área da saúde em alta e média complexidade. Prefeitura terá de ceder o terreno.

O hospital atenderá mais de 750 mil pessoas dos 23 municípios da região, na área da saúde em alta e média complexidade. Prefeitura terá de ceder o terreno.

Por Heloísa Taveira | 04/04/2022 | Tempo de leitura: 2 min
da Redação

Por Heloísa Taveira
da Redação

04/04/2022 - Tempo de leitura: 2 min

Heloísa Taveira/GCN

Governador Rodrigo Garcia (PSDB) autorizou investimentos na região de Franca

A construção de um hospital estadual em Franca foi confirmada na manhã desta segunda-feira, 4. O auditório da Secretaria de Educação ficou repleta de membros do Governo de São Paulo, prefeitos, vereadores e deputados para celebrar o anúncio da nova unidade de saúde e outros investimentos na região.

O hospital atenderá mais de 750 mil pessoas dos 23 municípios da região, na área da saúde em alta e média complexidade. A Prefeitura de Franca será responsável por ceder o terreno e apresentar ao Estado um plano técnico para a construção do novo hospital.

De acordo com o deputado Arnaldo Jardim (CID), a obra terá um investimento de R$ 230 milhões. Serão 200 leitos, sendo 40 deles de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

O prefeito Alexandre Ferreira (MDB) relembrou as primeiras movimentações, junto ao governador Rodrigo Garcia (PSDB) para a conquista do hospital. “Hoje é um dia importante para nós. Com o governador, secretários e deputados, para mostrar a capacidade de investimento que esse moço (Rodrigo Garcia) tem”, disse. “Esse moço vai fazer uma revolução de investimentos no Estado de São Paulo, com um volume de dinheiro muito grande. Ele vai fazer uma transformação”, completou.

Segundo o governador, São Paulo terá o maior investimento da história neste ano de 2022. Serão R$ 53 bilhões. "O tão sonhado hospital estadual é fruto dessas escolhas que o governo fez, responsabilidade fiscal. Vamos sair daqui para avaliar um dos dois locais, para avaliar onde será o hospital estadual", disse Rodrigo Garcia.

Alexandre Ferreira anunciou o terreno onde seria construída a Cidade Judiciária, na avenida São Vicente, como o local para instalação do hospital, mas a área é alvo de disputa judicial e não é a apontada pelo grupo que iniciou a campanha pela construção da unidade de saúde.

Segundo o vereador Daniel Bassi (PSDB), que encabeça esse grupo, a área é um terreno às margens da rodovia Cândido Portinari, próximo ao Amazonas.

"Precisamos de um local que privilegie o atendimento da região. Vamos, agora, nesses próximos 40 dias, decidir o local, para que até no mês de julho a licitação esteja feita", disse o governador.

Rodrigo Garcia anunciou que o custeio do hospital deva ser de R$ 200 milhões por ano e que a Santa Casa de Franca será a responsável por administrar a unidade. "A Santa Casa, que sempre tem um papel fundamental, vai continuar tendo um papel fundamental e tendo um equipamento novo."

A construção de um hospital estadual em Franca foi confirmada na manhã desta segunda-feira, 4. O auditório da Secretaria de Educação ficou repleta de membros do Governo de São Paulo, prefeitos, vereadores e deputados para celebrar o anúncio da nova unidade de saúde e outros investimentos na região.

O hospital atenderá mais de 750 mil pessoas dos 23 municípios da região, na área da saúde em alta e média complexidade. A Prefeitura de Franca será responsável por ceder o terreno e apresentar ao Estado um plano técnico para a construção do novo hospital.

De acordo com o deputado Arnaldo Jardim (CID), a obra terá um investimento de R$ 230 milhões. Serão 200 leitos, sendo 40 deles de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

O prefeito Alexandre Ferreira (MDB) relembrou as primeiras movimentações, junto ao governador Rodrigo Garcia (PSDB) para a conquista do hospital. “Hoje é um dia importante para nós. Com o governador, secretários e deputados, para mostrar a capacidade de investimento que esse moço (Rodrigo Garcia) tem”, disse. “Esse moço vai fazer uma revolução de investimentos no Estado de São Paulo, com um volume de dinheiro muito grande. Ele vai fazer uma transformação”, completou.

Segundo o governador, São Paulo terá o maior investimento da história neste ano de 2022. Serão R$ 53 bilhões. "O tão sonhado hospital estadual é fruto dessas escolhas que o governo fez, responsabilidade fiscal. Vamos sair daqui para avaliar um dos dois locais, para avaliar onde será o hospital estadual", disse Rodrigo Garcia.

Alexandre Ferreira anunciou o terreno onde seria construída a Cidade Judiciária, na avenida São Vicente, como o local para instalação do hospital, mas a área é alvo de disputa judicial e não é a apontada pelo grupo que iniciou a campanha pela construção da unidade de saúde.

Segundo o vereador Daniel Bassi (PSDB), que encabeça esse grupo, a área é um terreno às margens da rodovia Cândido Portinari, próximo ao Amazonas.

"Precisamos de um local que privilegie o atendimento da região. Vamos, agora, nesses próximos 40 dias, decidir o local, para que até no mês de julho a licitação esteja feita", disse o governador.

Rodrigo Garcia anunciou que o custeio do hospital deva ser de R$ 200 milhões por ano e que a Santa Casa de Franca será a responsável por administrar a unidade. "A Santa Casa, que sempre tem um papel fundamental, vai continuar tendo um papel fundamental e tendo um equipamento novo."

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.