VACINAÇÃO

Influenza já matou três em Bauru, que tem baixa cobertura vacinal

Por Tisa Moraes | da Redação
| Tempo de leitura: 2 min
JC Imagens
Vacinação contra a Influenza segue nas unidades de saúde de Bauru; baixa adesão é preocupante
Vacinação contra a Influenza segue nas unidades de saúde de Bauru; baixa adesão é preocupante

A Secretaria Municipal de Saúde informou que três moradores de Bauru morreram em decorrência de complicações provocadas por Influenza (gripe), com quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), em 2024. A informação, divulgada, a pedido do Jornal da Cidade, vem em meio a um cenário de baixa adesão à vacina que previne a infecção pelo vírus da doença.

A pasta não informou idade e sexo das vítimas, nem a data em que os óbitos ocorreram. Segundo dados do Painel da Campanha de Vacinação contra Influenza 2024, mantidos pelo Ministério da Saúde (MS), Bauru havia alcançado, até o último domingo (7), cobertura vacinal de 42,26%, mesmo com duas prorrogações de prazo para encerramento da campanha de imunização (leia mais nesta página).

O índice, menor que a média do Estado (44,29%) e do País (44,22%), corresponde à proporção de vacinados entre crianças, trabalhadores da saúde, gestantes, puérperas, idosos e professores.

Já quando considerado o público-alvo da campanha, estendido também profissionais das forças de segurança, salvamento e Forças Armadas, pessoas com comorbidade ou deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário, presos, adolescentes apreendidos e funcionários do sistema de privação de liberdade, a taxa de cobertura é ainda pior: 23,51%.

GRUPOS

A meta do MS era vacinar ao menos 90% de cada um dos grupos elegíveis, compostos por 160.153 indivíduos, mas o melhor resultado alcançado em Bauru neste ano foi de 50,48%, entre funcionários do sistema de privação de liberdade. Na sequência, figuram idosos (44,73%) e crianças (38,53%). Já as coberturas mais críticas são de pessoas com deficiência permanente, (1,86%), puérperas (6,77%) e adolescentes que cumprem medidas socioeducativas (12,09%).

Até domingo, o município havia aplicado 78.483 doses do imunizante, sendo 53.338 em moradores integrantes do público-alvo e 23.251 nos demais. Vale lembrar que, segundo o IBGE, 377.111 habitantes de Bauru têm 6 meses ou mais e, portanto, poderiam tomar a vacina.

A campanha de vacinação contra Influenza começou em Bauru no dia 25 de março, inicialmente para os grupos prioritários, sendo ampliada em 2 de maio para o público em geral. A imunização seria encerrada em 31 de maio, mas o prazo foi prorrogado duas vezes, para 28 de junho e agora, mais uma vez, para 14 de julho.

A vacina da Influenza contém três cepas de vírus, Influenza A H1N1, A H3N2 e Influenza B, é anual e aplicada em dose única para pessoas a partir de 9 anos.

Crianças até 8 anos imunizadas pela primeira vez recebem duas doses, com intervalo de 30 dias entre elas.

Comentários

Comentários