ESTREIA

Brasil martela a Costa Rica, mas só empata na Copa América

Por Eder Traskini | da Folhapress
| Tempo de leitura: 1 min
Divulgação/Conmebol
O tropeço brasileiro deixa brasileiros e costarriquenhos dividindo a segunda posição do grupo, com um ponto cada
O tropeço brasileiro deixa brasileiros e costarriquenhos dividindo a segunda posição do grupo, com um ponto cada

O Brasil começou a Copa América com um empate sem gols diante da Costa Rica. Na estreia na competição, o placar de 0 a 0 foi em Los Angeles, nesta segunda-feira (24), pela primeira rodada do Grupo D.

O tropeço brasileiro deixa brasileiros e costarriquenhos dividindo a segunda posição do grupo, com um ponto cada. A Colômbia é líder do grupo,

A seleção de Dorival Júnior teve trabalho diante de um time que se propôs a defender. Mas o Brasil também pecou nas finalizações.

O campo de dimensões reduzidas, a tônica desta Copa América, pesou contra o Brasil.

Mas não só por isso: apesar do jogo intenso, o time não conseguiu aproveitar as chances que nasceram a muito custo.

Neymar foi ao jogo e viu tudo da arquibancada. Apareceu no mega telão do estádio e tudo. O sofrimento pelas chances perdidas estava nítido.

O Brasil volta a campo na sexta-feira (28), contra o Paraguai, em Las Vegas, Nevada, às 22h (de Brasília).

Já a Costa Rica pega a Colômbia, também na sexta, mas às 19h (de Brasília), em Glendale, no Arizona.

Brasil
Alisson, Danilo, Eder Militão, Marquinhos e Guilherme Arana; Bruno Guimarães, João Gomes (Martinelli) e Lucas Paquetá; Raphinha (Savinho), Rodrygo e Vini Jr (Savinho). T.: Dorival Júnior.

Costa Rica
Sequeira, Mitchell, Vargas, Francisco Calvo, Quirós e Galo; Aguilera (Taylor), Lassiter (Mora) e Brenes (Bran); Zamora (Joel Campbell) e Ugalde (Madrigal). T.: Gustavo Alfaro.

Local: SoFi Stadium, em Los Angeles (EUA)
Árbitro: Cesar Ramos (MEX)
Assistentes: Alberto Morin e Marco Antônio Bisguerra (MEX)
VAR: Guillermo Pacheco (MEX)
Cartões amarelos: Eder Militão (BRA); Calvo, Ugalde (CRC)

Comentários

Comentários