SAÚDE

SAÚDE

Existem alimentos afrodisíacos?

Existem alimentos afrodisíacos?

Conheça as explicações por trás de comidas e bebidas consideradas estimulantes sexuais

Conheça as explicações por trás de comidas e bebidas consideradas estimulantes sexuais

03/09/2023 | Tempo de leitura: 2 min

03/09/2023 - Tempo de leitura: 2 min

Freepik

A romã é popularmente conhecida como a “fruta do amor”

Alguns alimentos são conhecidos por sua associação simbólica ao prazer, como a maçã, muitas vezes relacionada ao fruto proibido citado na Bíblia. Mas outros são ligados ao prazer por serem considerados afrodisíacos, ou seja, têm a capacidade de estimular um aumento do desejo sexual, como chocolate, especiarias e até bebidas alcoólicas. Abaixo, veja o que é mito ou verdade.

> ROMÃ: ela é popularmente conhecida como a "fruta do amor". No entanto, será mesmo que é um afrodisíaco? É mito, mas ajuda indiretamente. A fruta é rica em polifenóis, que têm efeitos antioxidantes e ajudam na circulação sanguínea. Essa capacidade pode influenciar no aumento da libido, porque um tecido com maior volume de sangue leva mais sensações ao cérebro.

> BEBIDAS ALCOÓLICA: verdade, desde que o consumo seja moderado. O álcool é considerado um bom afrodisíaco, por ser um potente depressor do sistema nervoso central. Uma ou duas doses podem provocar sensação de bem-estar e relaxamento, aumentando o desejo sexual. No entanto, quanto maior a quantidade ingerida da bebida com álcool, pior o desempenho durante o sexo e maior a chance de haver problemas pontuais com ereção.

> ESPECIARIAS: o cravo, a noz-moscada, a canela e o grão de mostarda são excelentes exemplos de afrodisíacos. Por isso, é verdade que as especiarias funcionam como bons estimulantes sexuais. Os exemplos citados conseguem provocar um aumento da secreção de lubrificante vaginal na mulher e da produção de testosterona no homem. Além disso, por apresentarem um sabor diferenciado à comida, podem ser servidos como um aperitivo durante uma noite romântica antes do sexo.

> CHOCOLATE: o bom e velho truque de dar um chocolate ao parceiro durante uma noite a sós pode dar mais resultados do que muita gente pensa, porque, sim, é verdade a afirmação de que o doce mundialmente apreciado é um bom estimulante natural para o sexo. O consumo de chocolate libera endorfina, que acaba gerando a sensação de bem-estar e prazer. Sua composição também contém flavonóides, que funcionam como antioxidantes e ajudam a manter o desempenho sexual masculino.

> GINSENG, AÇAFRÃO E IOIMBINA: é verdade que as ervas como ginseng, açafrão e ioimbina (suplemento dietético popular feito de cascas de uma árvore africana, geralmente usado para tratar a disfunção erétil) estimulam o prazer sexual? Sim! Especialistas em nutrição explicam que as ervas ajudam a melhorar a circulação do sangue, podendo influenciar na libido. Melhor ainda: ginseng, açafrão e ioimbina também melhoram o rendimento sexual e não apresentam efeitos colaterais.

Alguns alimentos são conhecidos por sua associação simbólica ao prazer, como a maçã, muitas vezes relacionada ao fruto proibido citado na Bíblia. Mas outros são ligados ao prazer por serem considerados afrodisíacos, ou seja, têm a capacidade de estimular um aumento do desejo sexual, como chocolate, especiarias e até bebidas alcoólicas. Abaixo, veja o que é mito ou verdade.

> ROMÃ: ela é popularmente conhecida como a "fruta do amor". No entanto, será mesmo que é um afrodisíaco? É mito, mas ajuda indiretamente. A fruta é rica em polifenóis, que têm efeitos antioxidantes e ajudam na circulação sanguínea. Essa capacidade pode influenciar no aumento da libido, porque um tecido com maior volume de sangue leva mais sensações ao cérebro.

> BEBIDAS ALCOÓLICA: verdade, desde que o consumo seja moderado. O álcool é considerado um bom afrodisíaco, por ser um potente depressor do sistema nervoso central. Uma ou duas doses podem provocar sensação de bem-estar e relaxamento, aumentando o desejo sexual. No entanto, quanto maior a quantidade ingerida da bebida com álcool, pior o desempenho durante o sexo e maior a chance de haver problemas pontuais com ereção.

> ESPECIARIAS: o cravo, a noz-moscada, a canela e o grão de mostarda são excelentes exemplos de afrodisíacos. Por isso, é verdade que as especiarias funcionam como bons estimulantes sexuais. Os exemplos citados conseguem provocar um aumento da secreção de lubrificante vaginal na mulher e da produção de testosterona no homem. Além disso, por apresentarem um sabor diferenciado à comida, podem ser servidos como um aperitivo durante uma noite romântica antes do sexo.

> CHOCOLATE: o bom e velho truque de dar um chocolate ao parceiro durante uma noite a sós pode dar mais resultados do que muita gente pensa, porque, sim, é verdade a afirmação de que o doce mundialmente apreciado é um bom estimulante natural para o sexo. O consumo de chocolate libera endorfina, que acaba gerando a sensação de bem-estar e prazer. Sua composição também contém flavonóides, que funcionam como antioxidantes e ajudam a manter o desempenho sexual masculino.

> GINSENG, AÇAFRÃO E IOIMBINA: é verdade que as ervas como ginseng, açafrão e ioimbina (suplemento dietético popular feito de cascas de uma árvore africana, geralmente usado para tratar a disfunção erétil) estimulam o prazer sexual? Sim! Especialistas em nutrição explicam que as ervas ajudam a melhorar a circulação do sangue, podendo influenciar na libido. Melhor ainda: ginseng, açafrão e ioimbina também melhoram o rendimento sexual e não apresentam efeitos colaterais.

Quer receber as notícias mais relevantes de Bauru e região direto no seu WhatsApp? Faça parte da comunidade JCNET/Sampi e fique sabendo de tudo em tempo real. É totalmente gratuito! Abra o QR Code.

Participe da Comunidade

Quer receber as notícias mais relevantes de Bauru e região direto no seu WhatsApp? Faça parte da comunidade JCNET/Sampi e fique sabendo de tudo em tempo real. É totalmente gratuito!

Participe da Comunidade

COMENTÁRIOS

A responsabilidade pelos comentários é exclusiva dos respectivos autores. Por isso, os leitores e usuários desse canal encontram-se sujeitos às condições de uso do portal de internet do Portal SAMPI e se comprometem a respeitar o código de Conduta On-line do SAMPI.

Ainda não é assinante?

Clique aqui para fazer a assinatura e liberar os comentários no site.